Cuidados para se ter com as escovas dentais

Afinal de contas nunca foi tão importante manter a saúde bucal de toda família!

As escovas dentais são responsáveis pela remoção mecânica de toda a sujeira que se adere à superfície de nossos dentes e, por isso, merecem atenção e cuidados constantes a fim de não se transformarem em um reservatório de micro-organismos.

 

Normalmente, a troca da escova deve ser realizada a cada 3 meses ou até mesmo antes disso, caso suas cerdas se apresentem muito abertas ou danificadas.

 

Alguns cuidados em relação ao seu armazenamento também podem ser ressaltados, como por exemplo:

- Guardá-las sempre secas;

- Protegê-las do contato com a escova de outras pessoas;

- Manter cada escova em um copinho diferente;

- Não deixá-las sobre a pia e armazená-las em local ventilado, distante do vaso sanitário (distância de pelo menos 2 metros).

 

Quando se apresenta gripe, resfriado, infecções de garganta e viroses, a troca da escova dental é exigida assim que o período de manifestação dessas alterações terminarem.

Em tempo de COVID-19 todos esses cuidados devem ser redobrados! Lembre-se sempre de higienizar as mãos antes de escovar os dentes.

 

Além disso, é possível higienizar a escova se achar necessário. Basta deixá-las imersas durante a noite, 1x por semana, em solução de clorexidina (Periogard) ou hipoclorito (1 colher de sopa de água sanitária em 1 copo de água limpa). Depois basta lavar bem a escova em água corrente e usar.

 

E para quem procura alguns modelos de escova de dentes para as crianças, na loja Nina Baby há algumas opções disponíveis, incluindo escova elétrica com uma ponteira de cerdas reserva.

 

Espero que tenham gostado do conteúdo e que aproveitem as dicas! Ah, não esqueçam de usar o fio-dental.

 

Gabriela Pinto, Odontopediatra

Instagram: @gabiodontopediatra

Contato: (53) 99933-8880

Mais blog