Estou grávida, e agora?!

Parabéns! Você acaba de descobrir que está gestando, muitas emoções tomam conta nesse momento da futura mamãe, alegria, realização, ansiedade e preocupação com a saúde do bebê.

 

O ideal é que uma gestação seja planejada com antecedência e que a futura mamãe já tenha incorporado hábitos saudáveis, preparação do corpo e mente para a gestação e exames ginecológicos prévios.

 

Mas, como tudo pode acontecer, se a gravidez for uma surpresa não há motivos para preocupações! Todos os cuidados serão devidamente observados durante o pré-natal para garantir a boa evolução da gestação e a saúde da mamãe e do bebê.

 

E então, vocês me fazem aquela pergunta: mas a fisioterapia pélvica? Quando devo começar minha preparação para o parto?

 

A indicação é que quando você estiver planejando a gestação seja realizada uma avaliação, ou se a gestação não foi planejada, esta avaliação é realizada a partir das 12 semanas, visando uma melhora da funcionalidade da musculatura pélvica, tratando dor e desconfortos, prevenindo diástase abdominal, contribuindo para um pós parto saudável.

 

Atividades físicas leves são recomendadas, caminhadas, yoga, pilates e hidroginástica ajudam a aliviar os inchaços, reduzem os riscos de hipertensão e diabetes gestacional e ajudam a controlar o peso. Mas claro, tenha sempre consentimento do seu médico obstetra.

 

A sensação de cansaço pode ser intensa durante toda a gestação. Há o excesso de sono nos primeiros meses e o peso da barriga nos últimos que dificultam as tarefas diárias. Aí vai uma dica, aproveite o segundo trimestre da gestação, é onde a disposição está em alta.

 

Para minimizar essa sensação de cansaço, controlar os inchaços, sensação de peso nas pernas, tornozelos e pés a drenagem linfática é indicada a partir das 12 semanas com aval médico e conduzida por especialista, proporcionando maior conforto e bem-estar.

 

E minhas mamas? Em que momento preciso prepará-las para a amamentação? NÃO! Não é necessário a preparação das mamas para amamentação, o corpo e os hormônios tomam conta disso! Mas e o sol? Não temos comprovação científica de que tomar sol nas mamas (mamilos) irão prevenir dor ou fissura mamária.

 

A melhor prevenção, neste caso, é a informação!

 

Confie em você, busque informações com profissionais especializados, pratique o auto-cuidado e desfrute de uma gestação leve!

 

Júlia Braga

Instagram: @juliabraga.fisio

Facebook: Júlia Braga Fisioterapia Funcional Feminina

Contato: (53) 98143-2444

Mais blog